PASTORAL DA FAMÍLIA

PATRIARCADO DE LISBOA

Facebook Siga o nosso canal Youtube Contacte-nos

O Jejum

O Jejum"Se hoje ouvirdes a voz do Senhor, não fecheis os vossos corações (Sl. 94)"

A quaresma é o tempo apropriado para mudar de mentalidade e nos deixarmos guiar pela Palavra de Deus. São vários os sinais que nos vão ambientar para ajudar a expressar e a renovar atitudes que nos levem a uma maior vivência do Mistério Pascal na nossa vida. No primeiro dia da quaresma - quarta-feira de cinzas - recebemos as cinzas como um sinal do nosso pecado e da nossa finitude, mas é ao mesmo tempo um sinal de purificação, de disponibilidade e solidariedade para com os que passam privações. Por isso recebemos as cinzas e fazemos jejum nesta quarta feira.

A par da esmola e da oração, o jejum é uma forma de piedade, de penitência interior do cristão, que exprime a conversão em relação a si mesmo, a Deus e aos outros. (CIC 1434).

O jejum de quarta-feira de cinzas, como privação voluntária, favorece a disponibilidade interior para a escuta de Deus, contribuindo para que possamos dar mais valor à Palavra de Deus, ao mesmo tempo que é um sinal de conversão do coração.

Então na quarta-feira de cinzas temos o preceito de fazer um jejum com mais sentido, mas cuja essência se prolongará por todo o tempo quaresmal. Neste tempo há que valorizar esta e outras iniciativas de desapego, renunciando a todas as comodidades e satisfações que são perfeitamente dispensáveis para se poder alcançar uma maior liberdade interior.

Desta forma, o jejum ritual ensinado aos mais jovens, torna-se sinal de fé e caminho de salvação para todo o nosso ser. Por outro lado, ao fazer jejum, ou seja, sofrendo um pouco de privação se renunciarmos a uma das refeições importantes do dia (claro que as crianças, idosos e pessoas doentes estarão dispensadas) estaremos a unir-nos àqueles que habitualmente sofrem a privação de alimentos ou de meios económicos.

O jejum torna-se assim num gesto simbólico necessário numa cultura cristã de partilha e de entrega em disponibilidade aos outros, numa luta contra a injustiça que nasce do egoísmo.

Share

Próximos eventos

No events