A purificação nas cinzas

A purificação nas cinzasA imposição das cinzas é um sacramental que se compreende como sinal ou ação sagrada em que é concedida a bênção dos cristãos a caminho da Quaresma. O arrependimento dos pecados no jejum, oração e exercício da caridade junto dos mais desfavorecidos, são os três pilares para se alcançar uma vida nova à imagem de Cristo Ressuscitado.

Esta celebração está carregada de significado e é dever de todos os que assumem a educação cristã dá-la a conhecer às gerações mais novas, para que se interiorize o sentido da purificação, ou seja, a vontade de vencer o mal, para assumir o caminho do bem.

Que alegria quando me disseram: Vamos para a casa do Senhor!" Os nossos passos se detêm às tuas portas Jerusalém." (Sl 122, 1-2)

Sentiremos alegria na busca do perdão, quando se viver a revelação do amor divino em Cristo, que nos manifestou ao mesmo tempo, a extensão do mal e a superabundância da graça. É preciso reconhecer Cristo como fonte da graça, para conhecer Adão como fonte do pecado: "Foi para destruir as obras do demónio que apareceu o Filho de Deus" (1Jo 3, 8)

A narrativa da 'queda' (Gn 3) utiliza uma linguagem metafórica, mas afirma um acontecimento primordial, um facto que teve origem no princípio da história do homem. Na vida de cada um de nós hoje, reconheceremos a 'queda' como ação do maligno, mas temos confiança na verdade de que o homem depende do Criador e aceita as leis que regulam o exercício da liberdade. Para tal, é preciso assumir verdadeiramente que Deus criou o homem "à sua imagem" e constituiu-o na sua amizade como criatura espiritual. Assim compreenderemos o significado do pecado e a necessidade da purificação, no compromisso de regresso a Deus.

Peçamos a Deus que os cristãos da diocese de Lisboa estejam particularmente atentos ao valor desta celebração de imposição das cinzas, a fim de que seja um gesto de purificação, na busca constante de 'iluminação' para a verdade de Deus em nós.