PASTORAL DA FAMÍLIA

PATRIARCADO DE LISBOA

Facebook Siga o nosso canal Youtube Contacte-nos

Cristo-Rei

Cristo-ReiA Igreja celebra a solenidade de Jesus Cristo Rei do Universo fora do domínio de ordem temporal, mas no seu amplo e verdadeiro contexto litúrgico e teológico: Cristo é efectivamente Rei, mas numa ordem diferente da temporal, como Ele mesmo afirmou.

O princípio "hierárquico" da Igreja consiste no próprio Cristo, que nela age quando os ministros ordenados fazem ou concedem algo que por si mesmos não fariam ou concederiam: a celebração dos sacramentos e o inerente ensinamento da verdade de Deus.

 

Somos chamados a perceber que o Senhor se identifica com os pobres, os que não têm casa, os presos, os doentes e a ter para com eles um gesto de entrega, de abertura no amor de Deus, porque na vinda final o julgamento que recairá sobre nós terá como referencia o bom ou mau acolhimento que tivermos dado a todos eles, que são o próprio Cristo, Rei do Universo. (cf. Mat 25, 31-46)

O que significa dizer "Venha a nós o Vosso Reino"? Quando na oração do Pai Nosso rezamos "Venha a nós o Vosso Reino" o nosso coração, a nossa vontade, os nossos sentimentos elevam-se a Deus pedindo que Cristo venha, que esteja connosco tal como prometeu e que o império de Deus que já nos foi dado a conhecer, se imponha definitivamente.

O Meu Reino não é deste mundo (Jo 18, 36) Para cumprir a vontade do Pai, Cristo inaugurou na Terra o Reino dos Céus. O triunfalismo não O seduz e com aqueles que convocou em volta de si fundou a sua família, na qual podemos entrar pelo poder da fé.

O Reino de Deus é justiça, paz e alegria no Espírito Santo (Rm 14, 17) mas enquanto insistirmos nos nossos planos terrenos e renunciarmos às coisas do alto, continuaremos a afastar-nos de Deus, da sua casa e do seu Reino. Assim a Terra nunca se tornará no Céu. O exercício diário para vivermos o Reino de Deus é por um lado a oração e por outro, a vida no amor de Deus, porque "Deus quer que todos se salvem e cheguem ao conhecimento da verdade" (1Tm 2, 4).

Na oração do domingo de Cristo-Rei a liturgia apresenta-nos um hino de louvor a Jesus Cristo, Nosso Senhor, que oferecendo-se no altar da cruz como vítima de reconciliação, consumou o mistério da redenção humana, submetendo ao seu poder todas as criaturas e ofereceu à infinita majestade de Deus um reino eterno e universal: reino de verdade e de vida, reino de santidade e de graça, reino de justiça, de amor e de paz.

Nada mais bonito do que tornar solene o encerramento de cada ano litúrgico com esta celebração do domingo dedicado a Jesus Cristo Rei do Universo. Porque a realeza de Cristo reflecte-se na Igreja, não no seu esplendor e forte presença social, mas na vivência da justiça e da caridade.

Share

Próximos eventos

No events