PASTORAL DA FAMÍLIA

PATRIARCADO DE LISBOA

RSS Feed Facebook Subscreva a nossa Newsletter Contacte-nos

Novo livro do Baptismo

Novo livro do BaptismoO Sector da Pastoral Familiar e a Livraria Nova Terra vão apresentar o novo livro sobre o baptismo de crianças, que se destina a pais e padrinhos, bem como a todas as equipas paroquiais que fazem o acolhimento e dão o seu testemunho de vida cristã.

Integrada no encontro de CPB, a ter lugar neste domingo em que a Igreja celebra o Baptismo do Senhor - às 15h na igreja de S. João de Deus, em Lisboa - a apresentação do novo livro sobre o baptismo será acompanhada de uma reflexão sobre a importância do acolhimento.

Este novo livro - Vamos baptizar o nosso filho - surge à luz da Nova Evangelização proposta pelo Cardeal-Patriarca, na sua Carta Pastoral de Setembro último, e pretende ser um contributo com beleza para o "anúncio do amor infinito de Deus por todos os homens".

Dentro da linha do livro "Vamos Casar", este livro apresenta a explicação do ritual e vários textos para as leituras da celebração do baptismo de crianças. "Porque o pedido de baptismo supõe a fé, as crianças são baptizadas na fé da Igreja, concretizada na fé dos pais, dos padrinhos e restantes participantes directos no baptismo" (Ritual, Preliminares nº 2). E porque a Palavra de Deus é um alimento da nossa fé, pretende-se com este livro oferecer um contributo para que a Palavra de Deus tenha lugar na oração pessoal de cada um que pede o baptismo à Igreja.

Como novidade, este livro oferece o essencial das Normas Pastorais para a Celebração dos Sacramentos e Sacramentais, no que diz respeito ao Baptismo de crianças, procurando dar resposta a uma exigência desde há muito sentida, num processo de pastoral dinâmica, de evangelização e de crescimento das pessoas e das comunidades na profundidade da existência cristã.

Share

Próximos eventos

05maio
Dom. maio 05, 2019
Dia da Mãe
12maio
Dom. maio 12, 2019
Semana da Vida
18maio
31maio
Sex. maio 31, 2019
Dia dos irmãos
01Jun.
Sáb. Jun. 01, 2019
Dia da criança