PASTORAL DA FAMÍLIA

PATRIARCADO DE LISBOA

RSS Feed Facebook Subscreva a nossa Newsletter Contacte-nos

A Alegria do Evangelho

A Alegria do EvangelhoEm pleno caminho sinodal, a catequese doméstica deste mês apresenta a exortação que serve de instrumento de trabalho para esta etapa que a Diocese de Lisboa está a viver. Falamos de “A Alegria do Evangelho”, a primeira exortação apostólica do Papa Francisco. Trata-se de um documento que há-de conduzir a vida da Igreja nos próximos tempos, tal como diz o Papa: «Não ignoro que hoje os documentos não suscitam o mesmo interesse que noutras épocas, acabando rapidamente esquecidos. Apesar disso sublinho que aquilo que pretendo deixar expresso aqui, possui um significado programático e tem consequências importantes. Espero que todas as comunidades se esforcem por usar os meios necessários para avançar no caminho de uma conversão pastoral e missionária, que não pode deixar as coisas como estão. Neste momento, não nos serve uma “simples administração”. Constituamo-nos em “estado permanente de missão”, em todas as regiões da Terra» (EG 25).

Continuar... A Alegria do Evangelho

O Evangelho da Vida

O Evangelho da VidaA Encíclica «Evangelium Vitae», sobre o valor e a inviolabilidade da vida humana, foi escrita pelo Papa João Paulo II e apresentada à Igreja na solenidade da Anunciação do Senhor, a 25 de Março de 1995. Na base desta encíclica está uma profunda reflexão enriquecida com Consistório Extraordinário dos Cardeais de 1991 e do contributo do episcopado de cada país do mundo.

Continuar... O Evangelho da Vida

Catequese doméstica sobre a diminuição da fecundidade

Catequese doméstica sobre a diminuição da fecundidadeNeste tempo de Advento em que esperamos esta grande alegria que é o nascimento do Salvador (cf. Lc 2, 11), propomos uma reflexão sobre a fertilidade. Ontem uma tia contava-me que nos anos sessenta, na rua da pequena vila onde morava, conviviam cerca de 50 crianças, pois cada casal tinha muitos filhos. Hoje constata que em toda a vila não existem essas mesmas 50 crianças, sinal e consequência do envelhecimento que se vive na sua vila. Esta constatação provavelmente pode ser observada por muitos dos leitores, que nos seus bairros, vilas ou aldeias assistem a uma situação semelhante, e que traduz a redução do número médio de filhos por mulher que se operou nos últimos 40 anos. De acordo com a informação disponibilizada pelo Instituto Nacional de Estatística sobre a evolução da taxa sintética de fecundidade em Portugal, se em 1970 esta média se cifrava nos 3 filhos por mulher, em 2013 esta média situa-se em 1,21 (o valor mais baixo em toda a União Europeia), valor muito inferior aquele que se considera necessário para manter a renovação das gerações (2,1). Esta informação estatística diz-nos que estamos neste momento num período de acentuado decréscimo e envelhecimento da população, o qual só não é mais célere devido aos efeitos da imigração.

Continuar... Catequese doméstica sobre a diminuição da fecundidade

Jesus, um exímio contador de estórias

Jesus, um exímio contador de estóriasJesus falava do seu mundo como o mundo de Deus, como o Reino, ou seja como a família emergente de Deus. E nestas abordagens Ele apresentou novas situações, novas maneiras de sentir para abrir o coração e o espírito de muitos que o ouviam, através de parábolas.

Por aquelas bandas alguns achavam que o homem anunciado por João, o Baptista, iria aparecer como um rei, outros imaginavam que ele apareceria como um general acompanhado de uma grande escolta; outros ainda pensavam que ele era uma pessoa riquíssima que viria numa elegante carruagem, com inúmeros servos. Todos o aguardavam ansiosamente. Porém, na sua verdadeira simplicidade, ninguém reparou nele pelo seu aspeto, mas apenas pela sua Palavra.

Continuar... Jesus, um exímio contador de estórias

O Domingo

O DomingoNo Domingo celebra-se semanalmente a ressurreição de Cristo, eixo fundamental da história, que marca o tempo e revela o seu sentido profundo. Contudo, a vivência do Domingo tem vindo a ser transformada na sociedade, passando a ser substituído pelo conceito de fim-de-semana, período alargado composto por Sábado e Domingo dedicado ao exercício de atividades de lazer, políticas, desportivas, entre outras, mas que não passa necessariamente pela centralidade da eucaristia e do louvor a Deus. Como tal, urge santificar o Domingo, aprofundando o seu sentido verdadeiro de fazer festa no Senhor.

Continuar... O Domingo

Vinde e vede

Vinde e vedeJesus dirigiu-se aos discípulos com o chamamento “vinde e vereis” (Jo 1, 39). Convocou-os para descobrir a Boa Nova do Reino de Deus. Ele, que é de condição divina, fez-se homem (cf. Fl 2, 6-8) para revelar Deus ao Homem, o principio e fim para o qual todos fomos criados.

Continuar... Vinde e vede

A alegria de dar

A alegria de dar“Hoje muitas pessoas têm medo de fazer escolhas definitivas, para toda a vida, porque lhes parece impossível”, disse o Papa, Francisco recentemente falando a um alargado grupo de casais e de noivos. E, afinal, quando se está perante um ‘romance perfeito’, porquê ceder ao medo do compromisso, ao ponto de adiarem a sua entrega plena para que sejam um só em tudo?

De facto, a entrega de um ao outro na união matrimonial é a mais profunda e consequente dádiva de amor: no amor que recebemos de Deus e que por Ele é alimentado nos sacramentos.

Continuar... A alegria de dar

Próximos eventos

06maio
Dom. maio 06, 2018
Dia da Mãe
14maio
Seg. maio 14, 2018
Semana da Vida
15maio
27maio
Dom. maio 27, 2018
Festa Diocesana da Família
31maio
Qui. maio 31, 2018
Dia dos irmãos