PASTORAL DA FAMÍLIA

PATRIARCADO DE LISBOA

RSS Feed Facebook Subscreva a nossa Newsletter Contacte-nos

Ecos do retiro para Casais Novos (até 7 anos de matrimónio)

Ecos do retiro para Casais Novos (até 7 anos de matrimónio)Nos dias 11 e 12 de Março participámos no retiro para casais novos que decorreu no Seminário de Alfragide, com o tema "Fica Connosco" (Lc 24, 26).

O retiro foi orientado pelo Pe. Jorge Anselmo e por um casal “mais veterano”, o Alberto e a Luísa, todos dinamizadores da pastoral familiar.

Para nós foi a primeira vez que contactámos mais diretamente com a Pastoral Familiar. Até então, sempre estivemos mais comprometidos com a Pastoral Juvenil e da Catequese da paróquia do Lumiar, missão que deixámos em 2015.

Foi no grupo de jovens da nossa paróquia que nos conhecemos e, mais tarde, começámos o nosso namoro (em 2004). Paralelamente, demos catequese juntos e dedicámo-nos à coordenação da catequese.

Casámos no final de 2015 e tivemos a graça de ir a Roma, onde participámos na audiência dos “sposi novelli” com o Papa Francisco, momento que deu também sentido ao início da nossa vida matrimonial.

 Já enquanto casal, fomos convidados a participar e auxiliar no grupo de namorados das “Terças.com”, da Pastoral Juvenil de Lisboa, missão que nos sentimos impelidos a receber, dando seguimento e sentido ao que é, para nós, o sacramento do Matrimónio.

Entretanto também fomos abençoados com uma nova vida que já cresce dentro de nós e deverá nascer em Julho deste ano.

Foi assim neste contexto que participámos no retiro de casais novos, conjuntamente com outros cinco casais.

O retiro seguiu as linhas orientadoras da experiência do caminho e encontro com o Ressuscitado que fizeram os discípulos de Emaús, considerando a possibilidade destes discípulos formarem também um casal, Cléofas e a sua esposa.

Foram, assim, quatros os principais momentos do retiro:

1)      Encontro no caminho (refletimos: como é que Jesus nos encontra no caminho? Se Ele nos apanhasse de surpresa, o que é que nos ouviria a falar? Como nos acompanhamos e deixamos acompanhar por Jesus e pelo outro?)

2)      Jesus explica a Palavra (recordámos as leituras do nosso casamento e refletimos como cada um pode ser permeável à Palavra, como a família deve ser uma escola de acolhimento, de diálogo, de reconciliação, um lugar onde se aprende a comunicar a proximidade)

3)      Gestos da liturgia Eucarística (refletimos: como temos vivido e o que nos pode ajudar a viver a espiritualidade conjugal? Reconhecemos a presença de Jesus que resulta do pedido “Fica connosco”)

4)      Regresso ao lugar de origem, renovados (refletimos: qual é o lugar / acontecimento que faz sempre sentido e onde vamos voltar?)

Ao longo de todo o retiro fomos convidados a visitar vários pontos da exortação apostólica “Amoris Laetitia” do Papa Francisco. Efetivamente, este retiro vem na linha do desafio que o Santo Padre lança à Igreja para “um bom acompanhamento dos jovens casais nos seus primeiros anos, com propostas adaptadas aos seus horários, às suas linguagens, às suas preocupações mais concretas”.

Estes foram os tópicos que nortearam o retiro, que foi também marcado por momentos de oração, de descanso do corpo e do espírito, de partilha de vida, de revitalização para retomar “com garra” o nosso caminho de família, onde queremos que Deus esteja sempre presente e atuante.

A participação neste retiro foi, sem dúvida, um ponto de apoio para continuarmos a alimentar espiritualmente a nossa vida de casal.

 

Marta Valdrez e Henrique Alves

Share

Próximos eventos

27Out.
Sáb. Out. 27, 2018
Forum Wahou!
27Out.
Sáb. Out. 27, 2018 @15:00 -
Caminhada pela Vida
10Nov.
23Nov.
Sex. Nov. 23, 2018
Retiro da Vinha de Raquel