PASTORAL DA FAMÍLIA

PATRIARCADO DE LISBOA

RSS Feed Facebook Subscreva a nossa Newsletter Contacte-nos

Familiarmente - Julho 2016

Familiarmente - Julho 2016

Parar para estar: a importância do tempo de estar juntos, em família

Durante a maior parte do ano as nossas vidas são dominadas pelo verbo FAZER – temos sempre imensas coisas para fazer e por fazer! Vivemos constrangidos pela ditadura do relógio, que não pára para nos permitir abrandar o ritmo.

Porém, nas férias devem dominar os verbos SER e ESTAR: estar mais disponível, estar mais descansado (de preferência longe das preocupações profissionais habituais), estar junto dos que amamos, ser feliz.

Continuar... Familiarmente - Julho 2016

Próxima atividade: Retiro para Famílias – 18 e 19 de Junho

Próxima atividade: Retiro para Famílias – 18 e 19 de JunhoNos dias 18 e 19 de Junho realiza-se na Casa do Oeste um retiro para famílias sobre o tema A alegria de ser família, inspirado na nova exortação apostólica do papa Francisco: A alegria no amor. Neste retiro, realizado em ambiente familiar, pretende-se reunir pais, filhos e avós. Todas as gerações são bem-vindas!

O retiro inicia pelas 10h30 de sábado e terminará após o almoço de domingo.

Continuar... Próxima atividade: Retiro para Famílias – 18 e 19 de Junho

Familiarmente - Junho de 2016

A Equipa Diocesana de Pastoral Familiar promove ao longo do ano um conjunto diversificado de iniciativas que procuram complementar e enriquecer o trabalho desenvolvido pelas paróquias. Nesta edição do Familiarmente, partilhamos testemunhos de quem participou no retiro para namorados e na formação para agentes de pastoral familiar.

Continuar... Familiarmente - Junho de 2016

Em busca da felicidade - Familiarmente de Março 2016

Em busca da felicidade - Familiarmente de Março 2016

 Testemunho: Em busca da felicidade

Infelizmente não encontrei o “Felizes para sempre” no meu primeiro casamento.

Infelizmente vivi o sentimento de “não pertença” durante anos e participei na celebração eucarística comungando espiritualmente porque, por ser divorciada, não o podia fazer de outra forma. Na verdade, quando me casei pela primeira vez, achei que a minha vida ia ser como a dos meus pais, como a da minha irmã e como a de tantas pessoas que me rodeavam. E casei pela Igreja, claro! Sendo eu católica nem fazia sentido que assim não fosse! Acontece que, após poucos anos de casamento (apenas dois), a vida pregou-me uma partida e fui forçada a passar por um divórcio. Foi um período muito complicado, algo que eu não escolhi e que me fez sofrer muito, até porque eu estava à espera de bebé, o que agravou ainda mais a situação. Felizmente tive a apoio de toda a minha família e amigos e consegui, apesar do sofrimento, seguir com a minha vida para a frente.

Continuar... Em busca da felicidade - Familiarmente de Março 2016

Catequeses do Papa Francisco sobre a família

Catequeses do Papa Francisco sobre a família A família é um lugar de excelência para aprender a “arte” de perdoar.

Perdoar é muito mais do que esquecer – é aceitar o erro e a pessoa que o cometeu. É um ato redentor para quem perdoa e para quem é perdoado. Pedir «desculpa» e agradecer ao outro por reconhecer a sua falta é o primeiro passo para viver a alegria do perdão e da reconciliação.

Continuar... Catequeses do Papa Francisco sobre a família

De pais a avós - Familiarmente de Fevereiro 2016

De pais a avós

 De pais a avós - Familiarmente de Fevereiro 2016

É enorme a alegria quando um casal recebe a graça de uma vida nascente, fruto do seu amor e total entrega e são mil projetos que se vão construindo durante o tempo de gestação.

Estes nove meses constituem, por si só, um tempo de adaptação a um novo ritmo de vida, com atenções mais repartidas. O casal deixa de viver de um para o outro para viverem, os dois, para o bebé que esperam. E são nove meses de apreensões, sonhos, de deslumbramento com as primeiras imagens do novo ser, ainda no útero materno. Mas, por mais que os pais se preparem, no momento do nascimento do seu bebé, veem-se confrontados com um novo ser que, ele, sim, irá impor um ritmo seu, muito próprio. Um bebé vem, pelo dom de Deus, para os pais que o desejam e o esperam, mas também para todos aqueles que, através de laços de sangue ou amizade, acorrem ao primeiro encontro com aquele ou aquela que já se fazia sentir mas que ainda não se dera a conhecer.

Continuar...  De pais a avós - Familiarmente de Fevereiro 2016

Próximos eventos

06maio
Dom. maio 06, 2018
Dia da Mãe
14maio
Seg. maio 14, 2018
Semana da Vida
15maio
27maio
Dom. maio 27, 2018
Festa Diocesana da Família
31maio
Qui. maio 31, 2018
Dia dos irmãos