PASTORAL DA FAMÍLIA

PATRIARCADO DE LISBOA

RSS Feed Facebook Subscreva a nossa Newsletter Contacte-nos

"Que pedis à Igreja de Deus para o vosso filho?"

O pedido dos pais para o baptismo dos filhos é uma decisão fulcral para a caminhada de fé que eles estejam dispostos a fazer com os seus filhos. À pergunta inicial preconizada pelo ritual do baptismo e que é feita aos pais: "Que pedis à Igreja de Deus para o vosso filho?" é normalmente dada a resposta "vimos pedir o baptismo". Aliás, o que está na essência desta resposta é que os pais vêm pedir "o dom da Fé", ou também "a vida eterna", ou "a graça de Cristo" ou "a entrada na Igreja". É bom que os pais se deem conta de que o pedido do baptismo é um ato solene e verdadeiramente marcante na vida de qualquer pessoa. Por isso a Igreja dedica uma atenção muito especial à preparação de pais e padrinhos para este sacramento, pois eles são os verdadeiros garantes do crescimento da fé nas crianças e nos adultos. Nesta preparação de pais e padrinhos pode e deve haver uma preocupação catequética de leigos que estejam devidamente preparados para o acolhimento e quantas vezes integração de famílias, na grande família de Deus. Porque o leigo, no seu dever de evangelizar, como membro da Igreja que é, assume-se nestes encontros como o coração da Igreja no meio do mundo, onde ele, como profissional, como esposo, como pai, é chamado a ser evangelizador, educador da fé, transmissor da fé, pelo anúncio, pela catequese, mas também pelo seu testemunho de vida.

O Ano da Fé reclama de cada um de nós, baptizados, um compromisso de mais oração, de maior intimidade com Deus, reclama ainda a procura de uma compreensão mais profunda e mais ampla das verdades em que acreditamos e de um empenho missionário lúcido e fervoroso para comunicar a alegria da fé.

O texto do Concílio Vaticano II sobre a atividade missionária da Igreja, Ad Gentes, no seu nº 36 refere que os baptizados, são repletos do Espírito Santo e assim, perfeitamente configurados ao Senhor, para levarem o Corpo de Cristo à plenitude e como tal, dando testemunho d'Ele no mundo, para que todo o género humano chegue à unidade da família de Deus.

No sacramento do baptismo encontramos também um momento solene para toda a Igreja proclamar a mesma fé com fidelidade, invocando ao Senhor para que nos ajude a ser sempre fiéis à fé em Cristo, para glorificar a Deus em união com a Igreja Universal, superando todas as dificuldades.

Pelo sacramento do baptismo somos constituídos em Povo de Deus e, depois de recebido o perdão dos pecados, somos libertos de toda a mancha e passamos ao estado de filhos adotivos, porque somos novas criaturas e então somos chamados e somos de verdade filhos de Deus (cf. 1 Jo 3, 1). Esta transformação que advém do baptismo pelo dom da fé recebido, assenta em acreditar, o que implica aceitar a manifestação que Deus faz de si mesmo, na revelação que nos oferece plenamente em seu Filho Jesus Cristo e nas verdades reveladas por Deus, que se resumem no Credo e em tudo quanto a Igreja nos propõe.

Share

Próximos eventos

06maio
Dom. maio 06, 2018
Dia da Mãe
14maio
Seg. maio 14, 2018
Semana da Vida
15maio
27maio
Dom. maio 27, 2018
Festa Diocesana da Família
31maio
Qui. maio 31, 2018
Dia dos irmãos